O WhatsApp liberou versões de aplicativos para Windows e OS X. Mas não comemore tão cedo: o cliente ainda depende do seu celular, tanto que a primeira tela