Servidores VPS ou Cloud Server – Uma boa escolha!

Um VPS (Virtual Private Server) é um servidor semi-dedicado, que roda sobre uma máquina virtual, dentro do Virtuozzo, VMware Server, VMware ESX, Xen ou outro sistema de virtualização. Isso reduz bastante os custos para a empresa de hospedagem, já que um único servidor pode hospedar vários VPS, com os recursos de hardware sendo compartilhados entre eles.

Um VPS permite obter a maior parte dos recursos de um servidor dedicado pagando substancialmente menos. Voce continua tendo uma instalação completa do sistema, onde tem acesso de root/administrador e pode instalar os serviços desejados; a principal diferença é que voce dispõe de menos memoria RAM, e possivelmente menos espaço de armazenamento e tem garantido o uso de apenas uma pequena parcela do poder de processamento do servidor.
Para servidores de baixa utilização, como quando voce precisa de segurança para hospedar o site da empresa, mas não precisa de muitos recursos de máquina, um VPS pode ser satisfatório, mas para servidores que hospedam sites movimentados, com grandes bancos de dados, um servidor dedicado pode ser mais adequado.
Os planos de VPS são bem mais comuns que os de servidores dedicados, pois inúmeras empresas locam servidores dedicados e revendem servidores virtuais. Com isso, existe uma variação muito grande na qualidade dos planos.
Um VPS com pouca memória RAM pode parecer muito pouco, mas na verdade são suficientes para rodar uma instalação enxuta do CentOS com Apache 2, PHP 5 e MySQL 5, e ainda rodar outros serviços de baixa demanda. O truque é instalar apenas os serviços que vai realmente utilizar, evitando desperdiçar espaço em disco e, principalmente, memória RAM com bobeiras. Veja que a idéia de servidor enxuto, sem interface gráfica, onde voce instala apenas os serviços essenciais, se aplica muito bem ao universo do VPS.

Voce também pode utilizar o VPS para usos mais particulares, como baixar arquivos de servidores com conectividade ruim (voce pode baixar o arquivo usando o VPS, aproveitando a melhor conectividade e em seguida baixá-lo para sua máquina), criar túneis encriptados, de forma a burlar o traffic-shaping das operadoras ao baixar arquivos via bittorrent e assim por diante.

 

Método de virtualização da VPS:
Um servidor VPS, é criado dentro de uma máquina dedicada física simples, com um sistema operacional, HD, memória RAM e outros componentes necessários para o seu funcionamento. A máquina virtual é criada através de arquivos que emulam o hardware e é criado um arquivo de disco virtual (todo o HD virtual da VPS se trata de um arquivo). Esses arquivos são lidos pelo sistema operacional do servidor físico, emulando então uma máquina virtual, onde se configura o sistema operacional e seus componentes de funcionamento.

Cloud Server:
Um Cloud Server é um sistema de máquina virtual avançado, com mais recursos que um sistema simples de VPS, os Clouds atualmente são utilizados em empresas grandes, como google, facebook, twitter, yahoo e muitas outras empresas. Muitos acham que VPS e Cloud Server se trata do mesmo assunto. Algumas empresas até vendem VPS falando para o cliente que é um Cloud Server. Mas veja as diferenças abaixo.

Método de virtualização do Cloud Server:
Um servidor Cloud é criado através de arquivos que emulam o hardware e é criado um arquivo de disco virtual (todo o HD virtual da VPS se trata de um arquivo), assim como ocorrem nas VPS. Esses arquivos são lidos pelo sistema operacional dos servidores físicos, emulando então uma máquina virtual, onde se configura o sistema operacional e seus componentes de funcionamento. A grande diferença do Cloud para a VPS, é que não existe APENAS um servidor físico emulando estes arquivos para a emulação da máquina, é criado um CLUSTER de servidores físicos, onde todos os servidores fazem leitura simultânea de todos os arquivos do Cloud Server, que se encontra em um Storage (HD) externo.

 

A virtualização já deixou de ser uma tendência, já é uma realidade no mundo corporativo, e vem trazendo inúmeras vantagens a todos, já que pela economia de recursos e equipamentos também se trata de uma tecnologia verde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: