Diferença entre Memória ECC e Memória Não ECC (Memória Comum)

As memórias podem ser:

  • comuns (não-registradas e não-ECC);
  • ECC sem registro (unbuffered) e
  • ECC com registro (buffered).

 

  • ECC significa Error Correction Code ou Código de Correção de Erros, um opcional da memória que permite a recuperação de dados que se corrompem. Para isso, para cada dado armazenado ela armazena um dado de controle extra que torna esta recuperação possível.
  • Já a característica “registered” é a existência de um circuito adicional no módulo de memória chamado buffer, que faz com que os circuitos de memória RAM consumam menos corrente do barramento de memória, fazendo com que mais circuitos de memória possam ser instalados, aumentando a capacidade máxima de memória que a placa-mãe aceita.
  • Existem módulos ECC, módulos registered e módulos com as duas características ao mesmo tempo.
  • Memórias com estas características normalmente são usadas em servidores e estações de trabalho de alto desempenho.
  • Existem desktops que aceitam ecc registrada: depende da motherboard (placa-mãe).

 

Mas não confunda memória buffered (registrada) com memória ECC, existem módulos de memória com ambos ECC e buffered. E também módulos buffered non-ECC e unbuffered ECC. ECC (Error Correction Code) e significa “Código de Correção de Erro” e non-ECC (not support ECC) quer dizer “não suporta ECC”.
ECC é um método usado para detectar e corrigir erros introduzidos durante a armazenagem ou transmissão de dados. Determinados tipos de chips de memória RAM dentro de um computador, aplicam esta técnica para corrigir os erros e os dados são conhecidos como memória ECC.
Chips de memória ECC são predominantemente utilizadas em servidores e não em computadores clientes (Desktop).

Erros de memória são proporcionais à quantidade de memória RAM em um computador, bem como a duração da operação. Servidores normalmente contêm vários gigabytes de memória RAM e estão em funcionamento 24 horas por dia, a probabilidade de erros em seus chips de memória é relativamente alto e, consequentemente, eles exigem Memória ECC.

Os erros de memória são de dois tipos, a saber, hard e soft. Erros hard são causados devido a defeitos de fabricação dos chips de memória e não podem ser corrigidos logo que começarem a aparecer. Erros soft por outro lado, são causados principalmente por distúrbios elétricos.
A memória ECC é capaz de detectar e corrigir alguns desses erros.
Se vários bits dentro de um bloco de memória de 64-bit falhar, a memória ECC irá detectar os erros, mas não será capaz de corrigi-los. A memória ECC irá corrigir um bit que falhou em um bloco de 64-bit.

Erros de memória que não são corrigidos imediatamente pode eventualmente travar um computador. Isso tem maior relevância a um servidor do que um cliente(desktop, ambiente residencial ou em escritório. Quando um cliente falhar, que normalmente não afeta outros computadores, mesmo quando é ligado a uma rede, mas quando um servidor falhar todos os clientes são afetados por isso. Daí a memória ECC é obrigatório para os servidores, mas facultativa para os desktops, a menos que sejam utilizadas aplicações de missão crítica.

 

Não que seja regra, mas voce pode identificar algumas memórias usando a seguinte:

  • Se a memória for não-registrada (unbuffered) e não-ECC, ou seja, uma memória comum, ele deve ter 8 Chips;
  • Se a memória for ECC sem registro (unbuffered) ela deve ter 9 Chips;
  • Se a memória for ECC com registro (buffered) ela deve ter 9 Chips e um ou mais pequeno(s) chip(s) ao centro (foto abaixo).
10 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.