Como identificar uma informação Fake News?

Olá,

Varias situações que venho percebendo que estão acontecendo constantemente, a mais nova febre do Fake news (Notícias Falsas). Ou seja, divulgações de noticias falsas, para iludir os usuários de que aquela informação é verdadeira, onde são divulgadas principalmente nas redes sociais (Facebook, WhatsApp…).

Desta forma, quero aconselhar a vocês como saber se aquela informação do WhatsApp ou Facebook é verdadeira ou falsa ou se foi uma divulgação antiga, que veio a ser divulgada agora.

Segue um exemplo:

Segue mensagem abaixo:

Notícia importante. Vírus contido em medicamento importado da Venezuela para o Brasil. Rádio Nacional de Venezuela. Aviso urgente. Cuidado, não tomem o novo dipirona que vem escrito S/500. É um novo dipirona importado da Venezuela muito branco e brilhante. Os médicos provam que contém vírus Marburg, considerado um dos vírus mais perigosos do mundo e com alta taxa de mortalidade. Alerte sua família e seus amigos. Por favor, partilhe essa mensagem para todas as pessoas e familiares e salve vidas das mesmas. Eu fiz a minha parte e agora é a sua vez. Lembre-se de que Deus ajuda quem ajuda aos outros. Fiquem atentos, irmãos. Repassem.”

Segue os pontos:

Está informação está sendo divulgada principalmente no WhatsApp, na qual consta um áudio, relatando que nela possui vírus que tem alta taxa de mortalidade. Toda informação que é fake news ou boato, as informações apresentadas não batem com o fato verdadeiro. Então vamos aos fatos.

  1. Primeiro, a pessoa que está transmitindo a mensagem (via áudio) não se identifica.
  2. E para tornar a noticia mais verdadeira, (inventa) um nome de uma rádio ou revista que ninguém conheça, para tornar o fato ainda mais verdadeiro.
  3. E toda mensagem, pede para você compartilhar com o máximo de amigos que você puder.
  4. E nesta notícia “Fakes” não tem a fonte de onde foi tirada este fato.

Sobre o fato do remédio DIPIMED, segue alguns pontos:

  1. Fizemos uma pesquisa básica no google digitando Dipmed Marbug, e encontramos o seguinte, veja abaixo:
  2. E está historia teve algumas adaptações, como:
    1. Ao invés de Machupo colocaram Marbug
    2. Ao invés de colocar P/500 colocaram S/500
    3. E ao invés de Angola foi citado a Venezuela

Fonte: Boatos.org

Agora, vamos as dicas para nunca cair nos “Fake News”

  1. Primeiro, sempre verifique se existe uma fonte aonde foi extraída a noticia. Seja ela, em qualquer rede social, segue um exemplo de uma fonte confiável:

    Veja algumas dos posts mais populares de hoje (7) no Site Aires Ruy. Clique nos links e leia as notícias na íntegra ou acesse nosso site – https://airesruy.com.br

    AIRES RUY – Como converter um arquivo PDF arquivo PDF para OFX
    https://airesruy.com.br/como-converter-um-arquivo-pdf-para-ofx/

    AIRES RUY – Algumas configurações são gerenciadas pelo administrador do sistema – Todos os navegadores – https://airesruy.com.br/algumas-configuracoes-sao-gerenciadas-pelo-administrador-do-sistema-internet-explorer/

  2. Ao receber alguma noticia, sempre busque por palavras chaves no google da noticia ou reportagem que você recebeu.

    Exemplo de noticia falsa: Caminhoneiro comete suicídio após receber multa de R$400 mil do governo.
    E pesquisamos no google: caminhoneiro suicídio multa greve.

  3. Nunca acredite tudo que postem nas redes sociais ou WhatsApp. A maioria das informações postadas lá é Fake News

Segue alguns sites que verificam se o artigo é fake news:

Clique nas imagens para ter acesso aos sites.

Fato ou Fake:

Lupa:

A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Aos Fatos:

Publica
Boatos.org

 

Nunca compartilhe artigos que são fake News, pois você pode estar prejudicando alguém ou alguma coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: